Professores e professoras de Nossa Senhora das Dores terão revisão do piso garantida

399

Após diálogo e negociação professores e professoras da rede municipal de ensino de Nossa Senhora das Dores aceitaram a proposta feita pela prefeitura e vão receber o pagamento da revisão do piso salarial.

A proposta feita pela gestão municipal, que tem a frente o prefeito Luiz Mário, foi de dividir em três parcelas iguais o pagamento até atingir o percentual de 33,24%, referente a revisão do piso salarial do magistério para o ano de 2022.

A primeira parcela será paga no mês de maio e as duas outras nos meses de julho e setembro. A proposta feita pela prefeitura foi aceita por professores e professoras em assembleia da categoria, que aconteceu na quinta-feira, dia 31.

“A partir de negociação chegamos a uma proposta que foi aceita pelos professores e professoras. O piso salarial é um direito e deve ser cumprido pelos gestores. O pagamento do piso não é um favor que o gestor faz aos professores e professoras, o piso salarial do magistério é fruto de luta, é Lei. Estamos felizes por esta conquista dos professores de Dores. O SINTESE segue lutando pelos diretos e por valorização do magistério em todo Sergipe”, afirma o coordenador do SINTESE na região do Sertão, professor Cloverton Santos.